Desabafo do dia #2 - A demanda pelo fato de banho perfeito

Nesta altura do ano dou sempre por mim a sonhar com férias. Apesar de ter tirado alguns dias em Junho, foi apenas um fim de semana longo e soube a pouco, até porque o tempo não estava maravilhoso, e pelos vistos, continua a não estar. Não sei se este ano teremos verão a sério ou se iremos passar a véspera de Natal e o Ano Novo na praia, tal é o atraso com que já está...!
Como eu sou apaixonada pelo calor e principalmente pela praia, adoro férias de praia. E adoro o nosso Algarve, mesmo estando minado de turistas durante o verão. Quando vou de férias, vivo bem com isso e não me chateia minimamente, pois nunca procuro os locais mais frequentados nem as festas mais concorridas, nem a praia mais na moda. As férias para mim e para os meus são isso mesmo, férias. Descanso e tranquilidade. 

Mas não deixo de ser vaidosa e querer estar no meu melhor também na praia, por isso gosto sempre de comprar um biquini giro para juntar à colecção. Sou particularmente fã de biquinis por várias razões mas o ano passado andei à procura de um fato de banho para mim porque sem dúvida, deixa o corpo da mulher muito elegante. No ano passado experimentei alguns mas não encontrei nenhum que me ficasse bem. Como tinha sido mãe há poucos meses achei que era melhor apostar nos biquinis porque tinha algum volume extra e uma peça única não seria tão fácil de ajustar ao corpo. E digo isto sem qualquer falta de confiança. Eu sentia-me muito bem no meu corpo de recém mamã e ele ficava mais confortável num biquini cuja cueca e sutien fossem ajustados ao tamanho do momento.

Este ano voltei a pensar no assunto fato de banho. Mas olhem que não é fácil encontrar um fato de banho que se ajuste ao meu tipo de corpo. Se calhar isto só acontece comigo, mas a verdade é que fiquei com o peito mais pequeno depois de amamentar e as ancas não diminuíram de volume, claro! Os ossos não vão a lado nenhum, pelo contrário até podem nalguns casos alargar durante a gravidez e assim permanecer para todo o sempre. Enfim, é a natureza. 
Posto isto, experimentei muitos fatos de banho em várias, muitas, lojas de fast fashion [porque não tenciono gastar muito numa peça que gosto mas que não é a minha paixão] e desisti. Comprei um biquini novo porque até fiquei triste, não com o meu corpo que acho que está mais ou menos bem, mas com o formato dos fatos de banho disponíveis. Ora, eu queria um fato de banho que me favorecesse e deixasse elegante porque é essa a ideia que eu tenho de um fato de banho. Mas em vez disso, só encontrava fatos de banho ultra cavados com a parte de baixo quase inexistente, ou completamente tapados sem decote ou costas bonitas. 

Lá tinha eu desistido quando um dia destes fui passear ao shopping com o Vicente e entrei numa das lojas onde já tinha experimentado todos os fatos de banho, para comprar uma toalha de praia nova e dar descanso à minha de há 7 ou 8 anos. E lá estava ele, um fato de banho que eu ainda não tinha visto nem experimentado. Pensei cá para mim que não ía dar em nada mas até ficou bem. 
A questão é que, longe de mim pensar que as marcas de fast fashion devem fazer fatos de banho personalizados para todos os tipos de corpo, muitas vezes as mulheres com uma auto-estima mais em baixo ficam realmente mais em baixo após estas demandas para encontrar uma peça de roupa que as favoreça e não a encontram. Porque é que um fato de banho de copa B tem que ter uma anca S? Porque é que um vestido de copa 40 tem que ter uma anca L?Temos que ir à costureira ajustar tudo?
Só não foi o meu caso porque felizmente tenho uma boa relação com o meu corpo e já o aceitei há muito tempo, com todos os "defeitos" que ele tem. O que não quer dizer que não faça nada para o melhorar, faço porque quero ser sempre a minha melhor versão, mas sem pressões, apenas porque gosto do que vejo no espelho.


Toalha e fato de banho Oysho
Sandálias Zara

Beijo

Comentários

Mensagens populares